Objectivo Geral: 

A presente ação visa conferir um entendimento do percurso que tem vindo a ser efetuado, bem como do que deveremos fazer para nos adaptarmos às alterações verificadas nos direitos e deveres de uma entidade que desempenha as funções de Depositário de um organismo de investimento / fundo de investimento e, bem assim, às que ainda estão para vir, tendo em consideração os pontos de vista da Sociedade Gestora, do Depositário e do Investidor.

Objectivos Específicos: 

Dotar os participantes do conhecimento das principais alterações resultantes da AIFMD e UCITS V, e compreender a sua extensão;

Compreender o alcance do impacto verificado no papel do depositário no âmbito do novo regime europeu dos fundos de investimento;

Conhecer e distinguir quais as ações que devem ser asseguradas pelo depositário e pelas Sociedades Gestoras, por forma a assegurar o cumprimento das suas obrigações e deveres, no quadro dos deveres que lhes são acometidos;

Analisar detalhadamente os contratos de depositário, os procedimentos do depositário, para com a sociedade gestora, e os procedimentos do depositário para com entidades subcustodiantes no âmbito dos deveres resultantes das regras aplicáveis à subcontratação.

Público-Alvo: 

Advogados / Juristas e colaboradores sociedades gestoras e/ou instituições financeiras / Juristas de entidades reguladoras.